Blog

Descubra como o check-up preventivo ajuda na saúde de seu pet e de seu bolso

O programa de Check Up Preventivo do Hospital Veterinário Taquaral tem exatamente a proposta de criar a cultura de prevenção para que os nossos clientes entendam a importância e adotem o hábito de realizar avaliações periódicas.

O check up consiste em uma consulta clínica em que o profissional veterinário poderá analisar o estado geral do pet e detectar a presença de parasitas, (pulgas e carrapatos), avaliar peso, pele, ouvidos, saúde bucal, condições cardíaca e pulmonar e medição da pressão arterial,disfunções posturais, entre outros aspectos.

Por meio desta avaliação também é possível encontrar caroços, manchas e outros sinais que podem indicar tumores benignos ou malignos. Neste último caso, o diagnóstico precoce pode fazer toda diferença na sobrevivência do pet.

Na consulta, o profissional também saberá procurar por problemas de maior incidência em determinadas raças e espécies ou decorrentes de seu estilo de vida, como o sedentarismo. Animais que não praticam atividades físicas são mais propensos a serem obesos e desenvolverem alguns males específicos.

Nos gatos, por exemplo, é fundamental acompanhar o funcionamento dos rins, pois é maior a incidência de problemas renais nos felinos. A detecção precoce de uma alteração mínima na função deve evitar que se torne crônica e muito sofrida para os bichanos.

Cães de grande porte são mais propensos a desenvolver displasia coxofemural (doença muito dolorosa que afeta articulações). O mal, todavia, pode ser tratado precocemente com medicamentos, suplementos alimentares, perda de peso e fisioterapia.

Nestes e em vários outros males que costumam ser verificados nas avaliações, na imensa maioria das vezes, a qualidade de vida do animal, com certeza, será muito melhor se o problema for detectado e tratado a tempo hábil de ser revertido ou interrompido.

Uma condição vital para evitar problemas nos animais é a saúde bucal, também avaliada durante um check up. O acúmulo de tártaro (placa bacteriana), traz problemas não só à dentição e às gengivas, mas pode causar enfermidades graves em outros órgãos do corpo.

O veterinário saberá avaliar se há necessidade de limpeza e tratamentos para evitar que seu amigo sofra em decorrência de infecções e outros males causados por problemas bucais.

Avaliação regular

Quando filhotes, cães e gatos devem receber, ao menos, três doses de vacinação, reforçadas anualmente ao longo da vida.

Conheça o protocolo vacinal para cães e gatos

Depois desta fase, as consultas ao veterinário podem rarear e serem acompanhadas de surpresas desagradáveis durante a manifestação de doenças. O hábito de realizar o check up com regularidade pode evitar muitos problemas que trazem dor e sofrimento aos pets e, também, muita apreensão aos tutores.

Na fase adulta, é recomendável que cães e gatos passem por uma avaliação anual. Exceção para animais com doenças preexistentes ou crônicas, quando o veterinário orientará a frequência ideal para acompanhamento das condições de saúde.

Conheça o protocolo de exames recomendados de check-up para cada fase de vida do pet

A chegada da terceira idade dos pets varia de acordo com espécie, raça e porte, demandando um sinal de alerta para cuidados que garantam qualidade de vida e maior longevidade. Nesta fase, o mais prudente é realizar check ups a cada seis meses.

Os cães de grande porte – com mais de 23 kg – são considerados idosos a partir dos seis anos. Nos demais, a terceira idade inicia por volta oito anos, em geral.

Descubra quando seu pet entra na fase adulta e inicia-se a fase senior

Também com esta idade, os felinos atingem a etapa. A necessidade de uma avaliação mais frequente é reforçada pela maior incidência de problemas renais na espécie.

Vale lembrar, ainda, que o acompanhamento regular permite que o veterinário conheça melhor as peculiaridades de cada um e realize uma avaliação mais focada nas necessidades e no estilo de vida de cada pet. Também garante que o profissional possa indicar a exata frequência das consultas, de acordo com o quadro geral do animal.

Exames complementares

Durante a avaliação clínica, o veterinário poderá indicar a necessidade de realização de exames complementares para avaliação precisa de certas condições clínicas.

Podem ser pedidos exames laboratoriais como o hemograma, um exame de sangue que afere diversos componentes do sangue e pode indicar uma série de doenças e condições como anemias, infecções, inflamações, viroses e doenças causadas por parasitas, como a Babesiose e a Ehrlichiose, conhecidas como “doenças do carrapato”. Também pela coleta de sangue é possível verificar o funcionamento dos rins e do fígado, colesterol, triglicérides e glicemia, diabetes, etc.

Ainda podem ser solicitados exames de urina e fezes para averiguar a existência de verminoses, carência de nutrientes, avaliação renal e do sistema digestivo.

Atualmente, há disponível uma variada gama de exames que ajudam a diagnosticar e tratar os males que podem afligir nossos pets. De acordo com o caso, o médico veterinário pode solicitar, ainda, exames de imagem, como raio X e ultrassonografia, endoscopia e ecorcardiografia, entre outros.

Share this post